top of page

Casamento puído e rasgado



“Começou com um buraquinho do tamanho de uma unha. Um lençol puído de uso diário por oito anos. Até que demorou para rasgar.


Vi no primeiro dia, mas deixei. No segundo aumentou o buraco. Depois da terceira noite, meu marido notou que seus pés cavavam ainda mais fundo. Falei que ia costurar.


Seguimos assim até a sétima noite, quando ele acordou com uma cratera. Era um lençol tamanho casal queen. Dá para ver pela foto o estrago. Passava um corpo por ali.


Logo pensei no que aquilo poderia representar. Um casamento. Pode começar com um desgaste simples, um buraquinho que todo dia vai aumentando. De repente não dá mais para costurar, tampouco remendar e vem o divórcio.


Eu vi primeiro o rasgo, mas neguei que fosse se estragar tão rápido. Não costurei, nem ele. Continuamos dormindo abstraindo o buraco na nossa cama. Até não ter mais jeito, não ter conserto.


Falei que transformaria o tecido em pano de chão, pelo menos seria usado para algo útil.


Quando mencionei minha analogia com o casamento, ele respondeu: Dá pra virar um lençol de solteiro. E assim ele começou a cavar outro buraco e vai dormir na sala hoje. Sem lençol. 😜


6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page